bebel soares

Mães que Inspiram: Bebel Soares

Inaugurando este espaço está a querida Bebel Soares. A Bebel doa seu tempo fazendo o bem para muitas mulheres e famílias. Fundadora do projeto “Padecendo no Paraíso”, ela fomenta troca de experiências, diálogo, promove eventos para mães e filhos em Minas Gerais, além de ajudar instituições carentes, lutar pela qualidade do atendimento na área da saúde e ser ativa em grandes causas como a pedofilia. Bebel é uma mulher forte, confiante, sensível e que se realiza em poder doar o seu tempo em prol das boas causas. Veja só! 🙂

Mães que Inspiram: Bebel Soares

O que a maternidade significa em sua vida?
Sempre quis ser mãe e a maternidade veio para reforçar minha necessidade de pensar no coletivo, de querer um mundo mais justo. Olhar pro meu filho e pensar que tenho que construir algo por ele e que preciso conseguir criar uma pessoa com valores e princípios é um grande incentivo para a minha vida.

Na sua opinião, qual é a melhor recompensa em ser mãe? E a maior dificuldade?
Recompensa é ter meu filho pulando na minha cama todas as manhãs pra ficar abraçado comigo até a hora de levantar. Ganhar um abraço apertado, um beijo molhado, ganhar um desenho, são todos os gestos de afeto que tornam todos os meus dias melhores. Difícil é lidar com os desafios, ter paciência, saber orientar, saber qual a melhor forma de agir quando ele me desafia.

Mães que Inspiram: Bebel Soares

Existe algo que você dizia que nunca faria antes da maternidade e que depois de ser mãe “pagou a língua” e fez? Eu já disse que ser mãe é pagar língua todos os dias, todos! Não deixar dormir na minha cama, dar comida na boca enquanto ele corria ao redor da mesa, será que alguma coisa que eu disse que não faria eu realmente não fiz? Acho que não!

De que você mais sente falta em relação à sua vida anterior à maternidade?
Da companhia dos amigos, dos happy hour semanais. Me afastei muito dos amigos antigos depois que ele nasceu e sinto falta demais. Mas tudo tem seu tempo.

O que mais a incomoda em relação à maternidade?
As cobranças e os palpites que a gente tem que ouvir dos outros.

Mães que Inspiram: Bebel Soares

O que você gostaria de ter ficado sabendo antes do seu filho nascer, mas que ninguém nunca lhe contou? Que filho a gente escolhe ter, mas não escolhe como ele vai ser e não tem como planejar nada, que tem que deixar acontecer e sentir o momento.

Deixe um conselho para mães ou futuras mães que estão lendo este post.
Aceite seu filho como ele é, não queira que ele seja um clone seu ou um modelo de perfeição, isso não existe, respeite-o como uma pessoa única.

Mais sobre Bebel Soares: Padecendo no Paraíso

 



There are no comments

Add yours