mauren veras

Barriga da Vez: Mauren Veras

Barriga da Vez: Mauren Veras

 

Hoje, como convidada, uma pessoa muito querida e talentosa: a Mauren Veras, jornalista por profissão e publicitária por opção. Uma mulher sensível, que transforma emoções em traços e encanta com seus desenhos (veja a ilustração de seu autorretrato abaixo). A Mau não planejou a gravidez, mas acredita que não há momento mais propício para organizar melhor este projeto que se adiantou e se tornou, de uma hora pra outra, o mais importante de sua vida. E, para deixar a gente com água na boca, Mauren ainda ensina uma receita deliciosa… Confira! 🙂

Barriga da Vez: Mauren Veras

** Mauren fez essa brincadeira com as fotos da ecografia, colocando as legendas inspiradas no Tumblr “Courtney Solves Mankind’s Mysteries” , que estava bombando na época das 15 semanas de gestação.

 

O que a gestação representa para você? É meio clichê dizer isso, mas a gestação é um divisor de águas na minha vida. Eu não planejei a gravidez, foi uma surpresa, acho que isso faz a gestação ter um peso ainda maior nas transformações que estou vivendo e que ainda vão acontecer na minha vida. Não estou achando ruim, porque tenho 34 anos e se filhos já estava em um projeto de vida meio mal organizado, talvez seja a melhor oportunidade que eu poderia ter de organizar melhor esse projeto.

O que é mais legal em estar grávida? É esse amor diferente que se sente crescer com o desenvolvimento do bebê. No começo eu tava bem assustada, mas esse medinho foi se transformando em afeto.

O que não é legal em estar grávida? Não conseguir dormir de bruços a partir dos 3, 4 meses de gravidez.

Você teve / tem algum “desejo de grávida”? Acho que não tive desejos ainda. O que está acontecendo é que eu virei a “tarada do bolo”, faço uns dois por semana. Minha receita preferida é um de banana com canela e goiabada. É, acho que pode-se dizer que ando com desejo por bolos. 😉

Barriga da Vez: Mauren Veras

Quando a gente ainda não tem filho, a gente sempre fala que não vai permitir um monte de coisa quando a maternidade chegar. O que você acha que nunca vai fazer em relação a seu filho? Não sei, eu fico pirando mais em como eu vou educar e estimular ele para coisas como “como comer bem”, ser curioso, gostar de atividades que não envolvam só televisão-games-internet (que são legais e ajudam, mas tenho medo da compulsão pela interação eletrônica). Fico pensando em atividades como desenhar com ele, criar histórias junto com ele, enfim, fico fantasiando a relação. Na prática, pode ser mais difícil do que parece (afinal, deve ser bem mais fácil colocar um desenho animado ou jogo pra entreter a criança), mas gosto de pensar que eu vou estar presente em boa parte do mundo que ele vai descobrir em sua jornada pessoal.

Existe alguma postura das outras pessoas em relação às grávidas que a incomoda?
“Te prepara para não dormir mais!” – que frase que irrita.

Conte um fato curioso que aconteceu com você na gravidez.
Fui na prefeitura e pedi senha de gestante para ser atendida. O senhor que me atendeu respondeu “Gestante elegante!”. Achei mais fofo do que curioso 🙂

Alguma superstição para a hora do parto? Não.

Que mundo espera para seu bebê? O mundo não vai mudar, né? Acho que a questão maior é “como educar um filho pra esse mundo que taí”, mas essa pergunta é bem difícil de responder também.

Deixe um conselho para outras grávidas e futuras mamães. Não pirem, alimentem-se direitinho, mantenham atividades físicas regulares (nada muito pesado) e contem sempre com o apoio das pessoas próximas que se mostram predispostas a dar apoio. Enfim, dicas simples para cuidar do corpo e da cabeça.

Maior ansiedade: Por enquanto, estou ansiosa pela ecografia morfológica e saber se está tudo bem.

Medo: Tenho mais medo é de violência urbana mesmo. De não ter como me defender ou defender meu filho de uma fatalidade.

Barriga da Vez: Mauren Veras

Mais sobre a Mauren: LinkedIN /Portfolio /Tiras e deseinhos

 



There are no comments

Add yours