camila pocahy

Barriga da Vez: Camila Pocahy

Barriga da Vez: Camila Pocahy

 

Hoje em nossa coluna, uma pessoa muito bacana que tive o prazer de conviver no trabalho, a Camila Pocahy, responsável por cuidar do bem mais precioso de qualquer empresa: as pessoas! A Camila é uma menina especial, sempre prestativa, de bom humor e muito antenada. Depois de encaminhar várias licença-maternidades por aí, agora é a SUA vez de preparar a própria licença; organizando tudo com o maior carinho para a chegada de sua pequena e tão desejada Julia <3. Confira! 🙂

Barriga da Vez: Camila Pocahy

Estou há dois anos morando um pouco longe da família (moro em Pelotas – RS) e com a chegada da gestação, imagino que em alguns momentos vamos precisar mais de algum familiar por perto, mas vamos ter que saber administrar isso. Eu e o Maicon estamos juntos há 12 anos e desde o início de 2013 vínhamos pensando em nos tornarmos pais! Desde que começamos a planejar eu já esperava que fosse uma menina e já tinha o nome escolhido. Se fosse um menino eu não teria opções de nomes assim tão fácil, de tanta certeza (ou vontade) de ter uma garota.

 

O que a gestação representa em sua vida? Um sonho se realizando e uma nova fase chegando. Sempre idealizei o fato de ser mãe e desejei muito isso. Penso muito em me tornar uma pessoa melhor, uma cidadã melhor e ser sempre um exemplo pra minha filha. Isso tudo representa uma grande possibilidade de evolução, a gestação aflora um lado mais otimista sobre a vida que nos diz que é possível sermos melhores, por nós mesmos e pelos nossos filhos.

O que é mais legal em estar grávida? As sensações na barriga quando a bebê mexe, eu sempre fico querendo explicar pro pai dela como é, o que eu sinto, mas nunca consigo e acabo apenas curtindo esse momento só meu e dela.

O que não é legal em estar grávida? O que mais tem incomodado é o momento do sono. No início da gravidez tive problemas com o nervo ciático, que atualmente já aliviou bastante, mas, por outro lado as dores nos ossos da bacia não me deixam dormir do mesmo lado por mais de 20 minutos, então fico virando de um lado para outro na cama durante a noite toda!

Barriga da Vez: Camila Pocahy

Quando a gente ainda não tem filho, a gente sempre fala que não vai permitir um monte de coisa quando a maternidade chegar. O que você acha que nunca vai fazer em relação a seu filho? Pretendo não incentivar o consumo de refrigerantes dentro de casa e controlar o consumo quando ela for maior, mas sei que uma hora ou outra isso vai ser mais uma decisão dela do que minha.

Existe alguma postura das outras pessoas em relação às grávidas que a incomoda? Não chega a incomodar, mas acho engraçado em como as pessoas insistem em dizer com plena certeza o sexo do bebê, já no início da gestação, ou então de acordo com o formato da barriga.

Conte um fato curioso que aconteceu com você na gravidez. Eu não enjoei, não vomitei e não tive problemas com cheiro e acredito que não deva ter isso até o final da gravidez. Outro fato legal que aconteceu envolve minha vó Aurora. Mais ou menos um ano antes de eu ficar grávida, antes ainda de estar tentando, ela me deu um cobertor lilás e disse que era um presente para minha filha que estava vindo. Eu fiquei um pouco assustada, mas adorei o presente e guardei. Depois que eu contei a ela que estava grávida, ela me disse que já sabia qual seria o sexo do bebê, mas não falaria até eu confirmar pelos exames. E não é que ela acertou! Por termos uma ligação intensa e cheia de amor o nome dela está no nome da bisneta que será Julia Aurora.

Barriga da Vez: Camila Pocahy

Alguma superstição para a hora do parto? Humm..eu gostaria de poder levar meu iPod e ficar ouvindo minha playlist na sala de parto, mas não sei se vai rolar, então vou tentar ficar calma ouvindo música antes do grande momento.

Que mundo espera para seu bebê? Sempre que penso nisso, me lembro de uma frase “…o mundo que nós vamos deixar para os nossos filhos depende muito do tipo de filho que nós vamos deixar para o mundo…” então acredito muito que esse mundo lá do futuro depende mais das pessoas que vamos formar, educar hoje e acredito muito nessa geração que esta vindo por aí!

Medo: Parece bobagem, mas morro de medo do lance do umbigo. Já falei com várias amigas e peguei muitas dicas, mas todo esse processo de ficar com o umbigo pendurado e depois conseguir fazer ele curar certinho me preocupa!

Deixe um conselho para outras grávidas e futuras mamães. Curta cada momento e já comece a exercitar o seu instinto materno. Ah, use e abuse dos aplicativos para gestantes, eles são muito ricos em detalhes, ajudam na contagem das semanas, ajudam a nos organizar em cada etapa da gestação e tiram muitas dúvidas das mamães de primeira viagem.
Barriga da Vez: Camila Pocahy

 

Crédito fotos: Duarte Fotografia



There are no comments

Add yours