shutterstock_410351578

Ensinando as crianças a sentirem orgulho delas mesmas

Sabemos da importância de reconhecer as ações positivas dos pequenos: demonstramos orgulho quando aprendem a falar, a caminhar, a utilizar os talheres ou quando realizam atitudes positivas, como por exemplo, ajudam um amiguinho ou até mesmo organizam os próprios brinquedos. É comum essas ações virem acompanhadas da frase “estou orgulhosa de você”; uma aprovação nossa – dos pais – para as coisas bacanas que as crianças fazem.

Até aí, tudo bem. Recentemente, o site Babble levantou um ponto importante: ao dizermos “estou orgulhosa de você” a cada atitude positiva de nossos filhos, estamos condicionando os pequenos a buscarem sempre nossa validação. E consequentemente, essa busca pela aprovação do outro, tende a seguir para a vida adulta. Já pensou?

E se ao invés da frase “estou orgulhosa de você”, utilizássemos: “você deve se orgulhar de si mesmo” ou “você deve se sentir orgulhoso”? Assim, ensinamos nossos filhos a sentirem orgulho de suas atitudes por eles mesmos e não pela aprovação alheia; sejam dos pais, avós ou até mesmo dos futuros chefes.

Reforçando o orgulho em si próprias ao realizarem algo positivo, as crianças se sentirão mais confiantes, capazes e satisfeitas. O que contribui para a formação de adultos mais seguros, equilibrados e felizes. Fica aí uma reflexão! Faz sentido pra você?



There are no comments

Add yours