entrevista com a babá

Entrevista com a babá: você sabe o que perguntar?

Contratar alguém para cuidar dos filhos não é a tarefa mais fácil do mundo. Como saber se babá tem experiência suficiente? Se vai lidar com as crianças do jeito que a gente gostaria? E a questão da confiança? Para ajudar quem está se fazendo justamente esse tipo de questionamento, conversei com especialistas no assunto: o pessoal da Sitly, plataforma online que ajuda pais a descobrirem babysitters disponíveis na sua região. O serviço foi lançado na Holanda em 2009 e atualmente está disponível em 11 países, entre eles o Brasil. Olha só que dicas bacanas eles deram para as famílias que querem encontrar a babá ideal:

Experiência e qualificações
Procure uma babá que já tenha cuidado de crianças antes – melhor não transformar seus filhos em cobaias. Ela não precisa necessariamente ter muitos anos de de experiência, mas deve saber o que está fazendo.

 Questione:

  • Há quanto tempo você trabalha como babá?
  • Que idades tinham as crianças de quem você cuidou antes?
  • Você possui alguma graduação na área pedagógica ou algum treinamento formal como babá?
  • Você estaria disposta a fazer um curso para ampliar seus conhecimentos na área?
  • Você tem um certificado de primeiros socorros?
  • Se não possui o certificado de primeiros socorros, estaria disposta a fazer um curso nessa área?
  • O que você faria se meu filho ficasse doente ou sofresse um acidente?
  • Você pode me trazer um atestado de antecedentes criminais?

Filosofia de trabalho
Certifique-se de que a babá pensa parecido com você no que se refere ao jeito de cuidar dos pequenos. Pergunte por que ela trabalha como babá e o que mais a encanta na profissão – é importante descobrir se ela está no ramo pelos motivos certos e se realmente gosta de crianças. 

Imagem Shutterstock

Sobre a escolha da profissão:

  • Por que você trabalha como babá?
  • O que você procura em um novo emprego?
  • O que mais a encanta na profissão?
  • Descreva o empregador/a família ideal.
  • Qual a parte menos interessante do trabalho como babá?
  • Algo que os pais, as crianças ou animais de estimação fazem a deixa especialmente irritada?

Sobre o dia a dia com as crianças:

  • Na sua opinião, qual é o melhor jeito de educar as crianças?
  • Do que as crianças mais gostam em você?
  • Como você conforta uma criança que está triste ou nervosa? Como você lida com a ansiedade da separação?
  • Como você lida com a desobediência? Por favor, dê um exemplo de uma situação que exigiu sua atenção e como você conduziu a questão. 
  • Que regras das outras casas nas quais você trabalhou foram mais fáceis de seguir? 
  • E quais regras às quais você teve de se adaptar foram mais difíceis?
  • Você se dispõe a seguir meus métodos tanto para confortar quanto para disciplinar meu filho, ainda que sejam diferentes dos seus?

Sobre a rotina diária:

  • O que você e meu filho fariam num dia comum, em que não há nada especial programado? 
  • Quais são as atividades que você mais gosta de fazer com uma criança da idade da minha? 
  • Se eu precisar trabalhar de casa, você conseguirá manter meu filho entretido sem ter de me envolver nas atividades? 

Imagem Shutterstock

Logística e salário
Descubra quais são as expectativas da babá no que se refere às questões práticas. 

  • Você tem planos futuros (faculdade, carreira, casamento etc.) que podem impor um limite no seu prazo de atuação como babá? 
  • Você gostaria de morar no emprego?
  • Se não deseja morar no emprego, onde você mora e como faria para chegar ao trabalho?
  • Você prefere trazer as refeições de casa ou que eu as forneça?
  • Você fuma?
  • Você se dispõe a fazer pequenas tarefas domésticas enquanto o bebê dorme? Quais? 
  • Você tem qualquer compromisso pessoal ou limitação de saúde capaz de interferir na rotina de trabalho? 
  • Quando você poderia começar a trabalhar?
  • Você poderia trabalhar à noite ou em fins de semana, se necessário?
  • Você poderia viajar com a nossa família em fins de semana e feriados?
  • Quando você pretende tirar férias?

Salário
O valor que as babás cobram depende muito da região em que você vive e do tanto de horas que ela vai trabalhar. A melhor forma de obter um parâmetro é perguntar a outras mães da vizinhança quanto elas pagam a profissionais desse tipo e então indagar à candidata qual a expectativa salarial dela. 

Referências
Peça à cada candidata uma lista de referências atuais e empregadores anteriores e fale com todos eles. Faça perguntas específicas: em vez de questionar se eles gostam da babá, procure saber exatamente do que a família gostava ou não no trabalho dela. Peça no mínimo duas referências, lembrando que, quanto mais, melhor.

Interação e observação
Peça à candidata que passe algum tempo na sua casa com seu filho e observe: ela parece atenta? A criança interage com a babá? Suas conclusões pesam muito na hora de fazer a escolha. Vale a pena se perguntar se: 

  • Ela pareceu ficar confortável com a criança no colo e ao falar com ela?
  • Ela foi agradável?
  • Como seu filho interagiu com ela? Deu a impressão de estar feliz?
  • Vocês conseguem se comunicar de maneira fácil e efetiva? 
  • Quando você está longe, se sente tranquilo quando pensa que seu filho está com ela? 

Depois de fazer todas essas perguntas, fica mais fácil avaliar se a candidata parece adequada. E, se ainda não foi dessa vez, é só fazer uma nova busca no aplicativo da Sitly: com milhares de profissionais cadastradas em todo o País, a plataforma é o lugar perfeito para você encontrar a babá ideal.

Eu aprendi muito com essas dicas! E você? Caso tenha alguma outra dica que não foi citada nesse post, compartilha com a gente! Vou adorar saber! Beijos, Luciana.



There are no comments

Add yours